segunda-feira, 20 de outubro de 2008

A explicação.


Antes de ter um filho você acha que ama, você acha que sabe o que é o amor. Você conhece sim algumas formas de amar, mas você não conhece o amor como um todo. Você conhece o amor pelos seus pais, pelo seu marido, pelo seu irmão, pelos amigos, mas esse não é todo amor que alguém pode sentir.
Quando você tem um filho é um amor tão forte, tão estúpido que chega a doer.
É aí, quando você descobre que vai ser mãe, que a sua barriga começa a crescer, e finalmente quando seu bebê nasce qeu você entende o sentido da vida, o sentido do amor. Eu me lembro de todos os dias ver a minha barriga crescendo, crescendo, ele chutando, eu sentindo ele, ele "interagindo" com a gente, e pensando.... "caraca..... de repente tem alguém sendo formado aqui dentro, de repente eu sou totalmente responsável por ele" aquilo chegava a arrepiar até o último fio de cabelo. Me lembro que quando alguma coisa me desanimava eu pensava "agora que eu tenho você, meu filho, não tem porque desanimar, agora que eu tenho que seguir em frente". E na verdade até hoje é assim quando algo me deixa mal, e taus, eu sempre mentalizo aquele sorrisão banguelo, lindo, cativante... aquele sorriso que só ele sabe dar pra mim. Sabe, é incrível o dom que Deus dá a um ser humano de se tornar mãe, pai.... é incrível poder tentar ensinar alguém alguma coisa, poder transmitir um pouco de tudo que já aprendemos na vida, poder mudar alguma coisa que achamos necessário, poder tentar criar pro mundo uma pessoa de bem, uma pessoa cheia de amor.

É maravilhoso ter um filho sorridente, feliz, que retribui cada gesto de carinho.

Esse último ano com certeza absoluta foi o melhor ano que eu poderia querer na minha vida. Eu casei com o homem que eu amo, nós compramos nossa primeira casinha, nós geramos o fruto do nosso amor, e esse fruto nasceu e nos dá diariamente mil motivos para sorrir e para acreditar num amanhã melhor.

2 comentários:

Rozane Mendes disse...

que texto lindo amiga mais concordo com vc em genero numero e grau só depois que me tornei mãe que soube o verdadeiro significado da palavra amor

Cessel disse...

Lindo demais esse post, Nanda. Espero um dia sentir esse amor incondicional, mas pode esperar um pouquinho. :)